24 coisas que descobri em 24 meses de Inglaterra

1. Ser imigrante te torna mais ainda brasileiro; 2. O puerpério é difícil, mas o puerpério no estrangeiro é devastador; 3. É incrível ser turista na cidade em que se mora, nenhum final de semana é monótono; 4. Fazer amigos em terras estrangeiras leva tempo, sejam eles brasileiros ou não; 5. Apesar do item 3, … Continue lendo 24 coisas que descobri em 24 meses de Inglaterra

A maternidade, a primeira infância e o lugar da mulher

Nem o frio, nem o gosto de calcário na água, nem os sotaques diversos para compreender um inglês todo carregado, nem a saudade. De todas as mudanças que tive que experimentar, a maior delas foi encarar a maternidade em terras estrangeiras. Deve ser difícil mudar de país para todo mundo. Mas mudar de país com duas … Continue lendo A maternidade, a primeira infância e o lugar da mulher

Ano novo, novo eu

Essa Camila que sou hoje começou a ser feita lá atrás, ainda em 2016. Naquele ano, enquanto gestava Liv preparava as malas e a vida para a maior mudança de todas. Desde seu nascimento a casa era um amontoado de coisas entre “o-que-ía” e “o-que-ficaria”. Doações (muitas, muitas mesmo. Por que a gente acha que … Continue lendo Ano novo, novo eu

Ano novo, vida nova?

Já me desculpando pelo clichê do título, digo que 2019 finalmente chegou. E com ele, mais uma vez, a esperança de um mundo melhor e mais justo. E claro, resoluções de ano novo. Eu começo este ano com pelo menos três, fora os projetos de vida. Claro que algumas coisas dependem de outras, mas os … Continue lendo Ano novo, vida nova?

6 coisas pra lhe trazerem do Brasil

Salve salve meus queridos amigos!!! Depois de um longo período de ausência, voltamos hoje com mais um texto no blog. E desta vez vamos falar sobre uma coisa que TODO MUNDO faz (ou pelo menos todo mundo que a gente conhece). Hoje vamos falar sobre 6 coisas que sempre pedimos pra alguém trazer do Brasil … Continue lendo 6 coisas pra lhe trazerem do Brasil

Não é a montanha que conquistamos, é a nós mesmos

Emigrar é uma decisão difícil. Emigrar para nós (eu e Rodrigo) foi uma decisão altruísta. Altruísta porque fizemos isso pensando em tudo o que poderíamos oferecer para as meninas. Deixamos para trás família, amigos, carreiras, habilidade de um idioma materno, décadas de histórias e toda uma estabilidade que a vida “já pronta” poderia nos oferecer. … Continue lendo Não é a montanha que conquistamos, é a nós mesmos

A volta ao mundo em uma ida ao mercado

Todas as vezes que vou ao mercado reflito sobre a história da alimentação britânica. Sabemos que gastronomia não é um dos fortes desse povo. E ainda bem que tantos imigrantes vivem aqui. Graças a nós a culinária do dia a dia tem mais cores e sabores. nota de rodapé: todos os alimentos embalados em plástico... … Continue lendo A volta ao mundo em uma ida ao mercado