Child Benefit

Das coisas que mais gosto de escrever por aqui é sobre crianças e a vida no Reino Unido. Vemos tantas diferenças em relação à nossa antiga vida que mesmo hoje, 15 meses depois, ainda encontramos pontos de comparação entre como era a nossa vida no Brasil e como era a nossa vida hoje. Não é … Continue lendo Child Benefit

Da Green House para Green City

Em São Paulo morava na minha querida e eterna Casa Verde. Um bairro de “gente trabalhadora” que guarda minhas mais lindas histórias da vida, os tombos de bicicleta, a descoberta de amizades eternas, as ruas e esquinas que conheço tão bem. Ali perto de casa, o único lugar verde que tínhamos era a Praça Centenário. … Continue lendo Da Green House para Green City

Crianças e o bilinguismo ‘express’

Assim que desembarcamos, meu medo era grande. Edda com 6 anos nunca havia sido exposta a outro idioma )apesar de nossas inúmeras viagens, ela nunca precisou se comunicar em outra língua até então. Naquele 2 de maio, lá fomos nós até sua escola. Caminhávamos apreensivas, cada uma em seu silêncio. Suas mãos pequenas tremiam envolvidas … Continue lendo Crianças e o bilinguismo ‘express’

Child tax credit – um relato

A ideia inicial que nos levou a escrever esse blog foi reunir em um espaço todos os nossos aprendizados sobre a vida em um outro país. É sabido por quem já leu os nossos outros textos que nosso maior empecilho ao chegar foi conciliar nossas vidas profissionais, a necessidade de trabalhar para renovar o visto … Continue lendo Child tax credit – um relato

De baby à toddler: o que esperar dos 3 primeiros anos

Ter trazido um bebê na bagagem foi o ato mais corajoso que tivemos desde a nossa decisão de mudar de país. Liv tinha apenas 5 meses quando embarcamos e não tínhamos NENHUMA noção sobre como seria a vida aqui com um bebê. Esse foi, sem dúvida, nosso calcanhar de Aquiles. E se eu pudesse aconselhar … Continue lendo De baby à toddler: o que esperar dos 3 primeiros anos

Cartas para alguém bem longe

Quando perguntam ao meu avô quantos anos ele tinha quando foi morar no Brasil ele responde: “eu nunca vim morar no Brasil, me trouxeram”. A piadinha de um senhorzinho veneziano de 70 e poucos anos diz respeito à maior mudança de sua vida e talvez a única que ele não tenha escolhido: mudar de país. … Continue lendo Cartas para alguém bem longe

Ser criança por aqui…

O maior propulsor da nossa mudança foi, sem dúvida alguma, a possibilidade de oferecermos uma vida melhor para nossas meninas. Viver em um lugar menos violento, culturalmente múltiplo e com chances reais de um bom futuro. Na teoria já parecia muito legal, na prática se mostrou melhor ainda... A verdade é que aqui tem muita … Continue lendo Ser criança por aqui…